Relatório sobre o FIC do fundamental I - 2014

O FIC – Fórum de Iniciação Científica, no Henri Wallon, tem por objetivo despertar nos alunos o gosto, não somente pela ciência, mas pelas diversas áreas do conhecimento e motivá-los, desde cedo, na escolha profissional por carreiras científicas, tecnológicas ou humanas. Além disso, prepará-los para realizar pesquisa, analisar fatos, trabalhar em equipe e adquirir autonomia para apresentar o trabalho em público.

Os professores orientadores e monitores atuam nos pólos, apoiando e orientando os alunos sobre o seu desenvolvimento e a participação nas apresentações.

Os alunos do oitavo e nono ano apresentaram seus trabalhos ( teses) para os pais, banca de professores  e demais  equipes do Colégio. Já os alunos do Fundamental I, do primeiro ao 5º ano, apresentaram seus trabalhos para os alunos dos outros níveis de ensino, após  um processo de pesquisa e trabalhos realizados, durante um trimestre.

Este ano, a maioria dos projetos realizados na Recrearte/Henri Wallon foi voltada à Arte Brasileira.

 

Organização do FIC- Fundamental I

Os alunos do 1° ano participaram, pela primeira vez, do FIC com apresentação dos seguintes artistas:

• Tarsila do Amaral - 1° ano A M

• Ivan Cruz  -  1° ano A T

• Aldemir Martins  - 1° ano B T

• Despertar a curiosidade e o gosto pela Arte foi um dos objetivos principais desse projeto. Cada turma confeccionou um pequeno manual com curiosidades, nome das principais obras e releituras.

• O tema foi explorado em sala por meio de elaboração de textos coletivos, cartazes, leitura de histórias pelo professor,  lousa digital, laboratório de informática, tablets e filmes.

• No FIC os alunos apresentaram seu artista e, em seguida, participaram de um circuito de jogos como quebra-cabeças, dados e jogos da memória, com as obras dos artistas estudados.

• Finalizaram o evento com a releitura da obra preferida.

 

Alguns artistas trabalhados:

Nos primeiros anos os alunos trabalharam com os artistas:

Ivan Cruz, Aldemir Martins e Tarsila do Amaral.

• Ivan Cruz baseia seu trabalho na frase que criou: “A criança que não brinca não é feliz, ao adulto que quando criança não brincou, falta-lhe um pedaço no coração”.
Ivan tem como objetivo divulgar o máximo possível esse seu resgate ao lúdico, à imaginação, quer incentivar  o desenvolvimento real das nossas crianças no feliz mundo das brincadeiras, fugindo dos custos e problemáticas urbanas que esse público tanto sofre nos dias atuais, confinadas à frente de computadores, TVs,  videogames, tablets e desacostumadas ao convívio coletivo e ao desenvolvimento motor proporcionado por tais jogos infantis de outrora.

• Aldemir Martins pode ser definido como um artista brasileiro por excelência. A natureza e a gente do Brasil são seus temas mais presentes, pintados e compreendidos através da intuição e da memória afetiva. Nos desenhos de cangaceiros, nos seus peixes, galos, cavalos, nas paisagens, frutas e até na sua série de gatos, transparece uma brasilidade sem culpa que extrapola o eixo temático e alcança as cores, as luzes, os traços e telas de uma cultura.
Por isso mesmo, Aldemir é sem dúvida um dos artistas mais conhecidos e mais próximos do seu povo, transitando entre o meio artístico e o leigo e quebrando barreiras que não podem mesmo limitar um artista que é a própria expressão de uma coletividade.

• Tarsila do Amaral foi uma das mais importantes pintoras brasileiras do movimento modernista.
A grandiosidade e importância de seu conjunto artístico a tornou uma das grandes figuras artísticas brasileiras de todos os tempos.
Algumas características de suas obras encantaram os alunos dos primeiros anos, como o uso de cores vivas, abordagem de cotidianos e paisagens do Brasil e estética fora do padrão.

As turmas dos primeiros anos, durante um trimestre,  pesquisaram a vida e obras dos três artistas, pintaram, desenharam, fizeram quebra-cabeças, jogos e, finalmente, no FIC, puderam expor a grandeza dos seus trabalhos.

Parabéns aos alunos, professores, coordenação e todos os que se envolveram de forma direta e indireta no FIC.

 

ARTISTAS TRABALHADOS DO 2º AO 5º ANO

2ºs ANOS:

Professora Tânia : Romero Britto

Professora Adriane: Os grafiteiros gêmeos Olavo e Gustavo Pandolfo

Professora Marina: Gustavo Rosa

Professora Vanessa Carone: Cândido Portinari

 

3ºs ANOS:

Professora Luciana: Lasar Segall

Professora Thatiana: Benedito Calixto e Sebastião Salgado

 

4ºs ANOS:

Professora Marilanda: Alfredo Volpi

Professora Juliany: Nelson Leirner

 

5ºs ANOS:

Professora Rosana – Di Cavalcanti

Professora Maria Cristina – Caribé

 

Integral T: Abstrato Brasileiro

O processo de elaboração do FIC foi o mesmo para todas as salas:

Pesquisa científica sobre o artista;

Uso de recursos multimídias sobre o artista estudado;

Palestra com o Professor Eros, de Arte, sobre os artistas;

Confecção das atividades artísticas – jogos para as oficinas;

Elaboração de cartazes;

Uso da monitoria de informática;

Saída Cultural à Pinacoteca;

Autoavaliação dos alunos após apresentação.

Foi um trabalho muito significativo que será enriquecido na Fecriarte.

Veja Todas as Notícias


   << Voltar

NOTÍCIAS

+

Bate-papo com a Nutricionista

Nossos pequenos do Integral tiveram um bate-papo com a nutricionista do HWR sobre a quantidade de açúcar “escondida” dentro das embalagens que tanto conhecemos e nos são tão familiares. O espanto se deu quando a quantidade de açúcar ...

+

Aprimoramento Contínuo

Aprimorar-se continuamente faz parte da infindável evolução do ser humano! Nosso encontro de professores do fundamental 1 para fechamento do semestre trouxe reflexões sobre as metodologias aplicadas e uma apresentação da professora Cris Marsi so...

+

Teatro em Inglês

Depois de um grande desafio vem um grande salto evolutivo! Para treinar o idioma Inglês, nossos alunos de oitavo ano encenaram e praticaram o vocabulário com cenas do cotidiano. Entre as cenas escolhidas estão: comprar ingresso no cinema, uma passagem de ônibus...

+

Relaxamento - Integral

Trabalhar a concentração, equilíbrio emocional, percepção dos espaços, do corpo, das sensações, além do estado de presença, é algo que pode ser trabalhado desde cedo! A percepção sobre esses aspec...

+

Vulcão: A Experiência

A melhor maneira de explicar algo que não conseguimos ver facilmente é simulando na prática! Além do conhecimento ser assimilado por associação aos momentos positivos de socialização, outros estímulos são alcançados e tr...