Perigos das recompensas materiais na educação das crianças

Por que não dar prêmios materiais para recompensar os filhos?

Em questão de educação temos evoluído desde o castigo punitivo, baseado na sanção a uma conduta da criança que não gostamos; até existe uma tendência contrária que se conhece como educação positiva e que se baseia no reforço positivo para premiar a boa conduta.

O objetivo da educação é que nas crianças se deem condutas positivas e suprimir as que são negativas. Esse desafio se consegue muito melhor mediante o reforço do que com o castigo.

Reforço positivo na educação das crianças

Quando se fala de reforço a gente se refere a qualquer consequência positiva que se dá depois que a criança mostre a conduta que quisermos que aprenda. Por exemplo, dar-lhe atenção quando realiza uma tarefa como pode ser colocar a mesa para o almoço.

Quando utilizamos o reforço positivo podemos usar dois tipos de recursos:

- O da recompensa material.
- O da recompensa emocional.

As recompensas são recursos que os pais têm para motivar a conduta dos pequenos dando-lhes recompensas pelo seu bom comportamento. Além disso, são muito variadas como, por exemplo, ir ao cinema, fazer uma excursão, etc.

Prêmios materiais na educação das crianças: Sim ou não?

O problema aparece quando se confunde reforço positivo com o recurso de recompensa material. Com esse tipo de prêmio a gente se refere, por exemplo, em comprar brinquedos, caramelos, etc. Devemos ter cuidado na hora de administrar esse tipo de prêmio. Por quê?

 

- Se premiamos cada conduta positiva da criança corremos o risco de que crie uma sensação que o autêntico benefício da sua conduta seja o presente em si. A criança pode chegar a pensar que não vale à pena se esforçar naquilo que não vai ser premiada.

- Se todos os prêmios que recebe são materiais, a gente corre o risco de que a criança desenvolva o materialismo e supervalorize outro tipo de satisfações. A criança se converterá num chantagista profissional.

As recompensas materiais são menos gratificantes em longo prazo do que os reforços emocionais. Além disso, o aprendizado da conduta se dá mais lentamente, e inclusive podem chegar a ser contraproducentes.

Reforço emocional e não material para as crianças

A recompensa emocional só requer o tempo e a paciência dos pais, deixando de lado o materialismo e o consumismo em que nossa sociedade se vê imersa. Existe uma multidão de recursos não materiais, como, por exemplo: um beijo, um sorriso, um ‘te amo’, usar algum elogio, desenhar-lhe uma carinha sorridente, brincar com a criança, ir ao parque, andar de bicicleta, contar-lhe um conto, etc.

Esse tipo de recompensas não materiais podem ser utilizadas nas tabelas de incentivos e darão muito mais resultado do que as recompensas materiais, já que os prêmios desse tipo produzem mais prazer do que um brinquedo, porque realmente o que a criança anseia é atenção e o tempo compartilhado com seus pais.


Fonte: https://br.guiainfantil.com/materias/educacao/comportamento/perigos-das-recompensas-materiais-na-educacao-das-criancas/

 

Veja Todas as Notícias


   << Voltar

NOTÍCIAS

+

Bate-papo com a Nutricionista

Nossos pequenos do Integral tiveram um bate-papo com a nutricionista do HWR sobre a quantidade de açúcar “escondida” dentro das embalagens que tanto conhecemos e nos são tão familiares. O espanto se deu quando a quantidade de açúcar ...

+

Aprimoramento Contínuo

Aprimorar-se continuamente faz parte da infindável evolução do ser humano! Nosso encontro de professores do fundamental 1 para fechamento do semestre trouxe reflexões sobre as metodologias aplicadas e uma apresentação da professora Cris Marsi so...

+

Teatro em Inglês

Depois de um grande desafio vem um grande salto evolutivo! Para treinar o idioma Inglês, nossos alunos de oitavo ano encenaram e praticaram o vocabulário com cenas do cotidiano. Entre as cenas escolhidas estão: comprar ingresso no cinema, uma passagem de ônibus...

+

Relaxamento - Integral

Trabalhar a concentração, equilíbrio emocional, percepção dos espaços, do corpo, das sensações, além do estado de presença, é algo que pode ser trabalhado desde cedo! A percepção sobre esses aspec...

+

Vulcão: A Experiência

A melhor maneira de explicar algo que não conseguimos ver facilmente é simulando na prática! Além do conhecimento ser assimilado por associação aos momentos positivos de socialização, outros estímulos são alcançados e tr...